É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página. Clique aqui para mais informação.

EXTERMÍNIO

Embora seja praticamente impossível erradicar uma infestação de térmitas de madeira seca depois de instalada num local como os Açores, existem actualmente diversas soluções técnicas eficazes para exterminar as térmitas de uma habitação. A solução mais adequada depende do nível de infestação e de características específicas como o traçado urbano, a quantidade e o tipo de madeira afectados, etc..

Em edifícios

Existem várias técnicas eficazes no extermínio das térmitas de um edifício: a fumigação, o aquecimento por ar quente, a injecção de azoto líquido e a aplicação de termicidas por injecção. Enquanto que as duas primeiras actuam de forma global em todo o imóvel, as outras duas são vocacionadas para tratamentos localizados (Spot-treatment). No entanto, só a aplicação de termicidas por injecção se encontra disponível nos Açores, em empresas especializadas.

No caso de infestação generalizada pode ser necessário proceder à substituição parcial ou total das estruturas de madeira existentes por outros materiais ou por madeira pré-tratada. Para isso, existe um programa de apoio, accionado em 2008, que visa contribuir para uma gestão eficaz dos riscos inerentes.

Fumigação

Vantagem:
• Erradicação das térmitas em toda a estrutura.
Desvantagens:
• Evacuação da casa de todos os seres vivos e alimentos;
• Não impede que a casa seja infestada logo a seguir (consequentemente, deve aplicar-se na madeira termicidas
  como o “fipronil” para garantir protecção contra re-infestações);
• Processo de legalização do fumegante complexo;
• Indisponível nos Açores.
- Estratégia para fumigar nos Açores
- Em detalhe

 

Tratamento térmico por calor

Vantagem:
• Esta tecnologia/método tem como vantagem a possibilidade de ser aplicada a todo um edifício;
• Tal como a fumigação permite erradicação das térmitas em toda a estrutura, no entanto, não é utilizado qualquer insecticida ou biocida. É, portanto, um tratamento totalmente amigo do ambiente que utiliza a temperatura (ar quente) com humidade (método físico);
• Esta técnica permite a realização de tratamentos in-situ de objectos sensíveis (obras de arte ou de elevado valor patrimonial) não amovíveis (tectos, órgãos, altares de Igrejas, etc.);
• Trata-se de uma técnica igualmente eficaz em móveis e objectos de arte utilizando para este tipo de objectos uma câmara apropriada para o efeito.
Desvantagens:
• Evacuação da casa, temporariamente, de todos os materiais sensíveis ao calor e à humidade, tais como velas (parafina, papel, etc.).
- Mais informação

 

Tratamento térmico por frio

Vantagem:
• Erradicação das térmitas nas zonas tratadas.
Desvantagens:
• Realização de furos nas paredes e estruturas para injecção de Azoto liquido;
• Não disponível comercialmente nos Açores.

 

Tratamento por injecção (Spot-treatment)

Vantagens:
• Tratamento a longo-prazo (5-10 anos), com o termicida injectado directamente nas galerias;
• Disponível nos Açores.
Desvantagens:
• Necessidade de perfurar a madeira; exige muita mão obra;
• Não garante erradicação de todas as térmitas da habitação.
- Em detalhe

 

Substituição da Madeira

Vantagem:
• Remoção da infestação nas partes removidas.
Desvantagem:
• Não garante a erradicação da praga noutras partes da habitação.

 

Em peça de mobiliário e outros artefactos

Existem quatro soluções para erradicar as térmitas de peças de mobiliário e de outros artefactos de madeira, embora nenhuma das soluções tecnológicas seja actualmente comercializada nos Açores. No entanto, a solução de envolver a peça num saco de plástico preto e colocar ao Sol, durante duas semanas no Verão, para além de eficaz, é de fácil implementação e muito baixo custo.

Câmara de Fumigação

Vantagens:
• De grande eficácia e tratamento rápido;
• Não afecta a madeira nem as pinturas dos móveis.
Desvantagens:
• Exige formação adequada de técnicos e pode envolver perigosidade
  para o operador;
• Comercialização indisponível nos Açores.

 

O que há a fazer a curto prazo:

  1. Criar incentivos para a criação de empresas de desinfestação noutras ilhas, para além de São Miguel e Terceira.
  2. Avaliar a eficácia e os impactos das técnicas de Temperatura e de Fumigação com tendas no extermínio das térmitas nos Açores.
  3. Promover acções de formação de carpinteiros e outros profissionais de construção civil na temática das térmitas.

Bolha de Gás com gases inertes

Vantagens:
• De grande eficácia e sem perigos de toxicidade;
• Não afecta a madeira nem as pinturas dos móveis.
Desvantagens:
• Só pode ser aplicado por empresa especializada;
• Comercialização indisponível nos Açores.

 

Câmara de frio

Vantagem:
• De grande eficácia e sem perigos de toxicidade.
Desvantagens:
• Pode afectar as madeiras e as pinturas dos móveis;
• Comercialização indisponível nos Açores.

 

Envolver os móveis em sacos de plástico preto e colocar ao sol.

Vantagens:
• Eficaz e sem perigos de toxicidade;
• Barato e fácil de aplicar por qualquer pessoa.
Desvantagens:
• Pode afectar as madeiras e as pinturas dos móveis;
• Comercialização indisponível nos Açores.

 

Contactos para extermínio nos Açores.

PESTKIL - Controlo Integrado de Pragas, Lda.

Tel: geral - 296 642 599
fax - 296 642 182
E-mail: geral: pestkil@mail.telepac.pt
comercial: comercial@pestkil.pt
Endereço: Canada Francisco Cabral, nº 20 - Armz. D20
Apartado 1612
9500-604 Ponta Delgada

Pest-Control - Carreiro & Cavaco, Desinfecções, Lda.

Tel: geral - 296 382 110
fax - 296 636 664
E-mail: geral: geral@pest-control.com.pt
Endereço: Rua Vigário Geral, 5
Fajã de Baixo
9500-443 Ponta Delgad a

Thermo Lignum Azores – Melanie Brasil Bettencourt Soc. Unip. Lda.

Tel: geral - 295 628 660
telm - 910 467 422
E-mail: geral: melanie.brasil@thermolignum-azores.com
Endereço: Zona Industrial da Achada lote 12
9700-135 Angra do Heroísmo
Voltar ao ínicio da página
AGRADECIMENTOS:
A todos os cidadãos entrevistados no âmbito deste projecto;
A Enésima Mendonça, Nuno Gonçalves, Paulo Cristóvão, Pedro Cardoso e Timothy Myles pelas fotografias cedidas;
A todos os que testaram esta página contribuindo com valiosas sugestões;
À Direcção Regional da Ciência e Tecnologia pelo financiamento do Projecto "TERMIPAR".
drct BioDiversidade Cita
Webdevelopment © Via Oceânica 2008 - Todos os direitos reservados.